How To: Troubleshooting Hybrid Free/Busy

É impossível que um administrador de Exchange nunca tenha tido um problema de free/busy em seu ambiente, certo ? Especialmente quando estamos em um ambiente hibrido, a coisa fica mais delicada ainda.

Mas tudo bem, ao mesmo tempo que é uma feature delicada, nós temos algumas formas de se realizar um troubleshooting.

A primeira delas é nada mais, nada menos que o famoso Remote Connectivity Analyzer. Nele existe uma aba chamada “Office 365”, e nela podemos encontrar um test voltado a Free/Busy. A coisa mais fantástica,  é que esse teste nos permite colocar uma source mailbox e uma destination mailbox.

Troubleshooting Hybrid Free/Busy

  • Ok, mas qual a necessidade de apontar uma source mailbox e uma destination mailbox ?

Por vários motivos. O primeiro deles é para simular um problema entre o Exchange On-prem e o Exchange Online. Digamos que a consulta free/busy funciona normalmente do Exchange On-Prem ao Exchange Online, mas vice-versa não funciona. Ou podemos dizer o contrário, que do Exchange do Exchange Online ao Exchange On-prem funciona, mas o inverso não. Ou podemos dizer tambem que ambos os usuarios dentro do Exchange Online, não conseguem realizar consulta free/busy.

São uma serie de possíveis problemas de diferentes formas e cenários no qual podemos presenciar, por isso eu acredito que a chance de poder escolher uma source mailbox e uma destination mailbox seja algo sensacional para realizarmos um troubleshooting.

Uma segunda forma que eu recomendo de como realizar um troubleshooting de free/busy é através do OWA.

  • Ok Denis, mas qual a diferença entre realizar pelo Outlook ou OWA ?

O Outlook infelizmente não nos traz nenhuma log ou código quando enfrentamos um problema de free/busy, ao contrário do OWA que nos traz um código que pode ser de suma importância para o troubleshooting.

  • E como realizar o troubleshooting através do OWA ?

Simples, basta acessar a parte de calendários, e fazer uma consulta no schedule da pessoa que está apresentando erro, dessa forma será possível ver um código vinculado ao erro:

Troubleshooting Hybrid Free/Busy OWA

Com esse código e o Google, temos a faca e o queijo na mão.

Por último e não menos importante, a Microsoft nos disponibiliza um Troubleshooting Assistant para te auxiliar em como realizar o troubleshooting. Basicamente a ferramenta te faz algumas perguntas sobre o problema, e vai dando algumas possíveis soluções de como resolver. É realmente bem interessante, eu já usei e sanei alguns problemas a seguindo.

É isso ai pessoal, espero que depois desse artigo vocês possam ver o free/busy de uma forma mais amigável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *